ISO 37001: conheça os benefícios do Sistema de Gestão Antissuborno


A ISO 37001 trata do Sistema de Gestão Antissuborno dentro de uma instituição. A norma abrange todo e qualquer tipo de suborno, seja ele praticado contra a empresa, para algum dos seus funcionários ou para terceiros, e em instituições públicas, privadas ou sem fins lucrativos. Apesar de a ISO ser amplamente aliada às discussões a respeito de compliance, técnica bastante comum entre grandes companhias ou até multinacionais, no entanto, a norma se aplica a empresas de todos os portes e segmentos, mesmo aquelas que ainda não são certificadas em outros tipos de Sistemas de Gestão, como as ISO 9001 e ISO 14001. Quer entender melhor sobre as exigências, os requisitos e os benefícios da ISO 37001? Continue a leitura!

O que é a ISO 37001?

De acordo com a ISO 37001, entende-se por suborno, qualquer oferta, promessa, doação, aceitação ou solicitação de uma vantagem indevida de qualquer valor, financeiro ou não. Portanto, para combater tal prática, esta norma irá fornecer requisitos e orientações para estabelecer, implementar, manter e aperfeiçoar um Sistema de Gestão Antissuborno na sua empresa. A ISO 37001 foi desenvolvida pela ISO (International Organization for Standardization), um sistema internacional. Por isso, não abrange a legislação de cada país, apenas indica quais são as boas práticas das técnicas anticorrupção.

Em outras palavras, o principal objetivo da norma é estabelecer padrões internacionais a fim de auxiliar sua organização a implementar um Sistema de Gestão Antissuborno através de uma cultura interna que valorize a integridade, a transparência e a conformidade dos requisitos definidos – tanto pela norma, quanto pela própria organização – para prevenir, detectar e tratar casos de corrupção e suborno.

Quais são os principais requisitos da ISO 37001?

Uma vez que a norma não abrange a legislação vigente do país, as exigências da ISO 37001 adequam-se ao perfil de cada empresa. Ou seja, a norma indica o que a instituição precisa para cumprir o requisito. Porém como isso será feito, serão os gestores à frente do Sistema de Gestão que irão decidir.  Dentre as exigências, estão:

  • Envolver a alta direção;
  • Estruturar um departamento para supervisionar o cumprimento das ações anticorrupção, seja uma equipe interna ou uma empresa terceira;
  • Adotar políticas anticorrupção;
  • Treinar os colaboradores;
  • Realizar mapeamento, avaliação de riscos e due diligence, tanto para projetos próprios como de parceiros;
  • Implementar controles financeiros;
  • Elaborar procedimentos de comunicação e, para quando necessário, de investigação.

Ser certificado em outras ISOs não é um pré-requisito para a certificação da ISO 37001. No entanto, as empresas que já possuem ISO 9001, ISO 14001 ou ISO 45001 terão mais facilidade na implementação. Uma vez que todas estas, inclusive a ISO 37001, seguem o Anexo SL.

Assim como outras normas do sistema ISO, na ISO 37001 também há exigência da auditoria interna, que deverá indicar se existe conformidade com o sistema. Em caso negativo, deve-se fazer as correções das não conformidades. Além disso, é necessário auditoria externa para que o órgão responsável aprove a certificação.

OS benefícios da ISO 37001

Existem várias vantagens em relação à certificação da ISO 37001. Sendo que, a maior delas é estar de acordo com às leis brasileiras – e poder “dormir tranquilo” caso a sua empresa ou algum parceiro se envolva em algum processo duvidoso. Em seguida, veja quais são os demais benefícios:

1 – Aumenta a credibilidade e o valor da sua marca

Seja com os parceiros – fornecedores e clientes – seja com os órgãos competentes que irão apurar, em caso de corrupção, se há alguma irregularidade. Em outras palavras, a certificação não garante que a sua empresa esteja isenta de corrupção ou suborno ou seja 100% honesta. Mas demonstra o empenho em combater esse tipo de prática. Ademais, ser certificado garante uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

2 – Contribui com a imagem da empresa

Os escândalos de corrupção podem manchar a imagem de uma empresa por toda uma vida, independente do quão envolvida ela esteja. Por isso, a certificação pode contribuir para a boa imagem da sua empresa. Não só em casos de ilegalidade, como também, em relação a outros fornecedores, principalmente quando for necessário comprovar práticas de compliance para participar de licitações públicas.  

3 – Protege a saúde financeira da companhia

Estar envolvido em um escândalo de corrupção pode mexer com a saúde financeira da empresa. Já que haverá custos com advogados, além de cancelamentos de pedidos. Pois os clientes, certamente, não vão querer ter sua imagem aliada com um parceiro corrupto. Então, no final das contas, investir na certificação pode ser muito mais rentável do que ter que lidar com essas surpresas no caixa, em casos de crise.

4 – Demonstra colaboração com a justiça em casos de ilegalidade

Não existe uma prática que irá eximir a sua empresa de se envolver em casos de corrupção ou suborno, infelizmente, pode acontecer com qualquer um. Mas, a adequação à ISO 37001 pode ser vista como colaboração caso seja necessário investigar alguma ação duvidosa. Uma vez que será mais fácil fornecer provas com todo o Sistema de Gestão Antissuborno organizado, além de demonstrar que foram tomadas medidas preventivas para evitar esse tipo de ocorrência.

Por que devo certificar a minha empresa?

Se os benefícios mencionados acima ainda não são suficientes para lhe convencer a investir na certificação da ISO 37001, contar com um parceiro experiente no mercado, como a blwinner, pode trazer vantagens extras. Por exemplo, com a plataforma online, conte com custo reduzido em relação ao modelo de consultoria presencial e mobilidade para executar as tarefas do processo, a qualquer hora e em qualquer lugar. Quer certificar a sua empresa com garantia da certificação em contrato? Só com a blwinner!  

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *