Norma ISO 45001: saiba como melhorar a gestão de segurança do trabalho na sua empresa


Além das certificações ISO 9001, para a gestão da qualidade, e a ISO 14001, relacionada ao Sistema de Gestão Ambiental, outra certificação bastante importante é a norma ISO 45001, cujas diretrizes são aplicadas para a gestão da saúde e segurança do trabalho.

A norma ISO 45001 tem como objetivo propor diretrizes para o Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (SGSSO), visando a redução de doenças ocupacionais e acidentes no trabalho. Mas atenção! A norma conta com metodologias, documentos e termos complexos que acabam gerando dúvidas para os gestores e profissionais da área. Por exemplo, quando se confunde saúde e segurança com direitos trabalhistas.

Por isso, neste artigo separamos tudo o que você precisa saber sobre a ISO 45001. Como montar um plano de gestão em conformidade com a norma e adquirir a certificação para a sua empresa. Então, acompanhe!

O que é norma ISO 45001 e para que serve?

De fato, essa norma, especificamente, tem como objetivo principal influenciar na atividade de trabalho na prevenção de acidentes de trabalho e doenças que possam ser geradas nesse ambiente.

Muitos são os motivos que levam a acidentes durante a operação nas empresas, dentre eles, pode-se considerar a falta de um plano de gestão. Quando estabelecemos uma metodologia para identificação e controle de riscos, bem como definimos diretrizes para seguir em casos de ocorrências, diminuímos o espaço para que ocorram fatalidades e, consequentemente, promovemos o bem-estar dos colaboradores. Esse cenário tende, portanto, influenciar na qualidade de vida dos funcionários, além de aumentar a produtividade de uma empresa. Assim, com base na gestão da saúde e na segurança dos trabalhadores, em março de 2018 foi criada essa norma.

Anteriormente a criação da ISO 45001, já existia uma norma que ditava ao mercado requisitos para a implementação de um sistema voltado para as questões de saúde e segurança ocupacionais, a OHSAS 18001. Esta norma foi, então, substituída pela ISO 45001. Com isso, as empresas que possuem a OHSAS implementada terão que migrar para a nova norma até março de 2021. Sem dúvida, se esse é o caso da sua empresa, esse é o momento certo para você iniciar o processo de adaptação do seu sistema de gestão. Mas não se preocupe! Com a blwinner, você consegue fazer todo o processo mais rápido, com custo reduzido e de forma 100% remota através da nossa plataforma de consultoria online. Saiba mais neste link.

Como melhorar a gestão de segurança do trabalho em conformidade com a ISO 45001?

Toda empresa independente da quantidade de funcionários tem perigos e riscos associados às suas atividades nos seus processos e podem colocar o bem-estar destes funcionários em risco. Dessa forma, deve tomar uma série de cuidados para garantir que o ambiente de trabalho seguro, saudável e agradável.

Em seguida, veja mais a fundo as principais medidas que uma organização deve tomar para promover a gestão de segurança em conformidade com os padrões ISO.

Padronize a SSO

A implementação de um sistema de Saúde e Segurança Ocupacional (SSO) determina o comprometimento definitivo de um gestor com o bem-estar de seus funcionários. Esse sistema deve ser desenvolvido e aplicado com o objetivo de servir. Assim como um guia para procedimentos e medidas, que devem ser adotados em ocasiões de risco ou ocorrências.

Aposte na conscientização

Os trabalhadores devem sempre ter treinamentos e total consciência de tudo o que acontece em relação à sua segurança dentro da empresa. Além da criação e aplicação de diversas normas e métodos de segurança, deve-se transmitir toda essa informação aos profissionais envolvidos no processo, reforçando sempre as regras e normas que devem ser seguidas para promover a segurança de todos. Lembrando que, além de colocar em risco a segurança geral, o descumprimento de normas pode levar à demissão inclusive por justa causa, portanto, aposte na conscientização.

Capacite os colaboradores

Não basta só conscientizar, devem ser formados colaboradores com capacidades de controle, que possam avaliar situações no dia a dia durante o trabalho. A própria empresa pode selecionar funcionários para que sejam treinados e direcionados para atuar em seus departamentos como multiplicadores.

Faça uma auditoria interna

As auditorias internas ajudam não apenas no controle de risco a compreender se certos procedimentos estão funcionando adequadamente ou se precisam de correções, como também certificar se a implantação está sendo eficientemente empregada. Dessa forma, as auditorias ajudam a identificar onde e como adaptar o processo, buscando sempre a melhoria contínua do sistema de gestão.

Controle os riscos

A identificação e controle dos riscos devem ser o principal passo para promover a segurança em uma empresa. Esse controle deve ser pró-ativo e visar a antecipação, sem ele qualquer simples situação pode se transformar em um cenário caótico e irreversível. Além de gerar dificuldade para voltar ao normal sem danos graves. Por isso, todos os riscos devem ser identificados à risca. Para que as ações sejam implementadas pra evitar acidentes e mitigar danos à saúde dos trabalhadores.

Adote ações corretivas

Ao localizar um perigo e um consequente risco, ou atividades que estejam sendo realizadas de maneira perigosa e que poderiam estar sendo feitas de maneiras mais seguras e com menor riscos, acima de tudo, devem-se aplicar medidas que corrijam tais situações. Certamente, essas ações corretivas podem evitar sérios acidentes preservando a saúde e a vida do empregado.

Para a sua empresa estar em uma zona segura e demonstrar a preocupação com seus funcionários e para o mercado, é necessário possuir a certificação ISO 45001. Esse é um certificado que assegura e comprova que o sistema de gestão da saúde e segurança do trabalho da empresa certificada está em conformidade com os requisitos dessa norma internacional. O órgão responsável pela acreditação é o INMETRO e o processo se dá a partir de uma auditoria externa, realizada por um organismo certificador representando o Inmetro,  que verifica se a empresa está realmente praticando todos os requisitos da norma de forma satisfatória. Essa auditoria de certificação, tem um custo para a empresa que deseja se certificar, por isso é importante desenvolver um bom plano de ação, aplica-lo e realizar auditorias internas para assegurar que tudo está indo conforme o planejado antes de agendar a auditoria final. Assim, evitam-se custos adicionais.

Como a blwinner pode auxiliar a sua empresa na certificação da norma ISO 45001?

Desse modo, vale a pena contar com uma consultoria especializada que possa ajudar a entender e implementar a norma ISO para um sistema de gestão da saúde e segurança do trabalho. A blwinner, por exemplo, conta com atividades bem definidas e padronizadas que podem colaborar com as diretrizes da sua organização, garantindo, em contrato, que ela conquiste a certificação.

Quer garantir uma boa gestão de saúde e segurança do trabalho na sua empresa em conformidade com a ISO 45001? Então, faça o teste gratuito da consultoria online e acelere a transformação do seu negócio!

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *